Já não via filmes em casa há uns tempos e a semana passada aproveitei e vi uns quantos. Tive sorte porque gostei de todos. Cada um no seu género mas bons de ver. get_him_to_the_greek_poster_01Get-him-To-the-Greek-Poster-512x730  Sou uma bocado esquisita com as comédias, mas esta sabia que ia gostar e não me enganei. Aparecem imensas pessoas no filme com interpretações especiais giríssimas. Embora não goste de Puff Daddy, faz um papel muito engraçado! Argumento: Aaron Green (Jonah Hill) precisa de dar um rumo à sua carreira profissional. O seu exigente patrão (Puff Daddy aka P. Diddy aka Diddy aka Sean Combs) dá-lhe a árdua tarefa de ir a Londres buscar Aldous Snow (Russell Brand) para que este venha actue à mitica sala “The Greek”. Aldous Snow é um músico brilhante, mas o seu temperamento forte e o alcoolismo, tornaram-no numa pessoa insuportável. Curiosidades: As performances de Aldous Snow foram retiradas de outro filme de Russel Brand, chamado “Scandalous”. Nessas performances, Jack Black faz parte da banda. imagesCAY7HRT4letters_to_juliet_poster    Filme lamechas de Domingo à tarde que não vale o dinheiro do bilhete de cinema (na minha opinião). Não é mau, mas não deixa recordações… Argumento: Uma jovem americana (Amanda Seyfried), está noiva de Victor (Gael García Bernal) viaja até à cidade de Verona (de onde é originária Julieta Capuleto, da conhecida história de Romeu e Julieta) e decide aderir a um grupo de voluntários que respondem a cartas endereçadas a Julieta, dando conselhos amorosos aos seus remetentes. Quando responde a uma carta datada de 1957, ela inspira a sua autora (Vanessa Redgrave) a viajar até Itália, em busca da sua paixão perdida, acabando por desencadear uma série de ocorrências que trará amor às suas vidas, mais do que alguma vez imaginaram… Curiosidades: Vanessa Redgrave e Franco Nero são marido e mulher na vida real. Este grupo de voluntárias que respondem às cartas de Julieta, são reais e mantém-se no activo nos dias de hoje.

8 thoughts on ““Get him to the Greek” vs “Letters to Juliet”

  1. Este fim-de-semana estive de "castigo" em casa e andei a colocar os filmes em dia.

    Vi o 1º que referes e inicialmente até achei piada, mas para o fim já estava farta…

  2. o russel brand tem o sotaque + irritante do mundo. o filme é normal. fica-se na mesma tendo-o visto ou nao.
    o da juliet n sei do q se trata mas cheira-me q n é a minha 'cup of tea'.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *