half-nelson-movie-poster tumblr_n32slsEzSP1so5joko1_500 É o meu filme preferido do Ryan Gosling, juntamente com o “Blue Valentine”. Acho-o um excelente actor, dos melhores da sua geração e neste filme, tem uma entrega tal que foi nomeado para Melhor Actor. É um filme bastante parado, nada comercial e não conheço muitas pessoas que o tenham visto. Também já o vi imensas vezes e tenho o dvd original. Não é um filme para vermos em qualquer ocasião porque é muito depressivo e pesado… Ao contrário da critica, eu não gostei do papel de Shareeka Epps. Achei-a muito forçada e sempre de “trombas”. Claro está que faz parte do papel mas a mim, não me convenceu… Dan Dunne é um professor do secundário que adora as suas aulas, pois ensina os alunos a pensarem pela sua própria cabeça mas tem um enorme problema de adição (crack) e acaba por pôr em risco a sua vida profissional, pelo seu descuido. O filme não mostra como começou este vicio ou mesmo há quanto tempo dura. Dá a entender que Dan já passou por uma clínica de reabilitação mas que não completou o programa. Este filme ganhou imensos prémios, nomeadamente, Festival de Deauville 2006 – Prémio Especial do Júri e Prémio Revelação, Festival de Locarno 2006 – Prémio Especial do Júri e Festival de Seattle 2006 – Melhor Actor (Ryan Gosling). Argumento: Dan Dunne (Ryan Gosling) é um jovem professor de liceu, de um bairro pobre de Brooklyn, cujos ideais se têm desvanecido, perante a realidade que o rodeia. No entanto, ainda consegue encontrar a energia suficiente para levar os seus alunos de 13/14 anos a entusiasmar-se com temas como a Guerra Civil ou os direitos humanos. Dan ensina os seus alunos a pensar por eles próprios. Apesar de Dan ser brilhante, dinâmico e com controlo da sua turma, passa o tempo fora da escola à beira da inconsciência. Os seus desapontamentos e desilusões levaram-no a uma séria dependência das drogas. Dan vai tentando equilibrar as suas ressacas e o seu trabalho, até que uma das suas alunas mais problemáticas, Drey (Shareeka Epps), o apanha em flagrante. Curiosidades: Este título é muito curioso porque “Half Nelson” é uma posição de imobilização no “wrestling” profissional americano em que uma das partes fica incapaz de escapar, de se mexer. E é assim que se sente este professor. tumblr_n418uuFXbd1qequb0o3_250 tumblr_n418uuFXbd1qequb0o4_250

8 thoughts on ““Half Nelson” de Ryan Fleck (2006)

  1. Gostei mas não achei nada de extraordinário. Acho que não o via uma segunda vez, nem pelo Ryan Gosling. Aliás acho que o meu problema é mesmo com o escritor/realizador Ryan Fleck. O outro filme que vi dele também era decente mas da mesma forma não mexeu comigo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *