Foi a série que me marcou mais nos últimos tempos. E porquê? É um documentário feito em 10 anos que relata a história de Steven Avery, que é acusado de um crime mas passados 18 anos, o DNA prova que ele esteva inocente. Sai cá para fora após 18 anos preso e ao pedir uma indemnização pelos danos, é acusado de outro crime…
Ao longo dos 10 episódios vemos as entrevistas ao próprio, à família, aos advogados, a toda a gente envolvida no processo e mesmo dos julgamentos.
Eu devorei os 10 episódios em 3 dias e fiquei a bater mal no fim. Não vos posso contar mas digo-vos que ninguém fica indiferente a esta série/documentário porque ele é real, ele está acontecer “as we speak”, e mais não digo…

5 thoughts on ““Making a Murderer” (2015)

  1. É mesmo de deixar qualquer pessoa a bater mal… E olha que, como disse no blog, não fui daquelas pessoas que ficaram com muitas certezas: quanto mais penso no assunto, mais dúvidas tenho! Há ali tanta coisa estranha… (Mas confesso que fiquei com especial "pena" do sobrinho dele…)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *