As solteiras na casa dos 40

Até que idade é socialmente aceite ser-se solteira? As solteiras na casa dos 40 é um assunto tabu porque actualmente, ser solteira é sinónimo de encalhada. “Ai coitada, não tem marido, não filhos e isso é porque ninguém lhe pega”!

Quem não o é, pensa que as solteiras andam em festas todos os dias, passam as a manhãs a malhar e as tardes a comprarem roupa na Zara. Todas as 6ªs e Sábados é um regabofe de festas e passamos o Domingo ressacadas. Que não temos paciência para crianças, pois não gostamos delas e já não nos damos com a maioria dos nossos amigos porque está tudo “encasalado”. É mentira.

A maioria das solteiras que conheço (e conheço bastantes) vão ou não ao ginásio quando lhes apetece e não são escravas disso. As roupas compram-se quando existem hipótese para isso e na maioria das vezes o dinheiro das mesmas é gasto em jantares com as outras amigas solteiras. Passam fins-de-semana em casa em festas? Nem vê-las. Música alta e gente aos pulos? Não estão para isso. Querem é paz e sossego. Jantares em casa de casais amigos? Óptimo, comida caseirinha!

Qualquer comparação com o “Sexo e a Cidade” é pura coincidência. Até mesmo as conversas a dizer mal dos homens, é pura ficção.

18 thoughts on “As solteiras na casa dos 40

  1. Concordo contigo Dora.
    Eu sou uma solteira um bocadinho diferente mas revejo-me no que escreves. Vivo com a minha filha e na verdade sou divorciada mas…a minha vida é muito parecida com alguns dos pontos referidos no penúltimo paragrafo.

  2. Por acaso estou apaixonada e vivo junta… mas não me importava nada de estar solteira e desimpedida. Enquanto fui solteira, fui mesmo feliz… agora não me dava sem o meu amor, mas estar solteira não é tragédia nenhuma.

  3. E porque não? Porque não uma vida de boémia em nome da solteirice?! 😛

    Estou a brincar, toda a vida fui solteiro e por também ser um nómada muita gente julga que a minha vida se resume a sexo, drogas e rock&roll, não que fosse mau mas é como dizes no texto: muito tempo em casa, quase nenhuma borga e sem putos à volta (amen to that).

    1. Nem é bem por isso, eu acho que aos 50 ainda me vai dar vontade de ir para os copos de quando em vez, é mesmo por nem ter companhia. Mas tem dias que é mesmo isso que dizes 😉

    2. Não me apetece estar com qualquer pessoa, se apanho malta que parece que está a fazer um frete ponho-me a andar. Picuinhas não sei, mas escolho mais as pessoas que convido para sair e com quem saio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *