A noção do tamanho

Uma coisa estúpida (mas mesmo muito estúpida) que sempre me intrigou foi a noção do tamanho e será que os homens que têm uma pila minúscula (não me refiro a um tamanho normal, mas sim a uma coisa quase só vista com a ajuda duma pinça) sabem que a têm?

Ou seja se estiverem numa conversa onde qualquer pessoa, nomeadamente uma mulher, faz um comentário jocoso sobre alguém com quem esteve com essas características, será que estes homens se apercebem que se incluem neste grupo?

Pergunto isto porque se for ao contrário, é óbvio que o homem com a pila grande sabe que se inclui nesse grupo. Mas ao contrário eu já acho que não porque sinceramente chego à conclusão que os homens não percebem nada de tamanhos .

Eu já cheguei a perguntar se a única que ele viu foi a dele, se não vê nos balneários ou amigos… Ou então a nossa noção de centímetros é muito diferente da deles…só pode.

24 thoughts on “A noção do tamanho…ou a falta dele

  1. Eh pah, nunca me calhou nenhuma microscópica, vou assumir que seja prai á volta dos 9 cms esse tamanho, não? Acho que nunca tens bem a noção, porque no que toca a sexo, os homens têm tendencia a exagerar entre si sempre ou no tamanho do documento, ou nas vezes que o carimbaram. ou nos dois, depende do caso.

  2. Não te sei responder, provavelmente será caso para a "lote" masculino que por aqui passa. Mas eu cá acho que mesmo quando o têm dentro do que se possa dizer normal, acham sempre que é pequeno…digo eu.

  3. Ocorrem-me dois ditados, "os homens não se medem aos palmos" e "pequenina mas trabalhadora" 🙂

    Acho que todo o homem tem a noção exata dos seus atributos fisicos e não devem faltar por ai homens complexados.

  4. Tudo depende da vontade para trabalhar ahah…pronto ok, é mentira há uns que não têm mesmo salvação! Mas depois também há o contrário aqueles que nos subestimam e pensam que basta o tamanho.

  5. Bem, eu tenho a dizer que quando frequentava talhos como o manhunt ou o gaydar, a maioria dos gajos metia nos perfis que tinha pilas com 18 cms… E ver coisas nos 20s era frequente. Abaixo de 15, nunca me lembro de ver…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *