A verdadeira diferença da mulher dos 30, para os 40
Sabem qual é a verdadeira diferença da mulher dos 30 para os 40? Vou fazer o favor de partilhar este segredo convosco.

 
Este post foi escrito há 10 anos atrás e é curioso como a vida muda, como mudamos…como o que era tão importante na nossa vida numa época, actualmente nem o sono nos tira…Aqui falo-vos verdadeiramente d’A verdadeira diferença da mulher dos 30, para os 40 anos.

 
Aos 30:
“Costumo dizer que sou uma gaja com mente de gajo, e, infelizmente, só conheço mais uma mulher que pense como eu…
Ontem enquanto via um programa na tv, o convidado era considerado tarado pela apresentadora porque via sexo em tudo, até nas mais simples coisas: no escritório olhando para as colegas; na rua, quando uma mulher ia a andar, no ginásio, enquanto elas exercitavam. A pseudo-expert afirmou que uma mulher em média, pensa em sexo 2x por dia, e o homem, 2x por hora.
Mas que contas são estas?!
Eu sou mulher e penso em sexo mais de 2x por hora! Claro que pode não ser no sentido de fazer o acto, mas qualquer coisa leva-me a pensar nisso…num conteúdo sexual.
Enquanto via o programa pensava: mas será que estes estudos estão correctoos? Porque é impossivel estas contas baterem certo! Será que a maioria das mulheres é mesmo assim?
Eu dou por mim a ir na rua e imaginar como serão certas pessoas na cama; vejo um gajo ao balcão de um café, olho-lhe para as mãos e começo logo com filmes na cabeça; vejo uma gaja com umas mamas maiores que o normal e é uma longa metragem…
Será que sou eu que não sou normal?”
 
 
Aos 40:
Eu quero é sopas e descanso.
 
 

16 thoughts on “A verdadeira diferença da mulher dos 30 para os 40

  1. Já dizia o outro: "Cada um é como cada qual, e cada qual não é como de sua conveniência"!

    Esses intelectualóides é que só pensam em tubos de ensaio e ecrans de PC… As pessoas normais pensam no que lhes dá prazer.

    (não és a única, relax!)

  2. Ser ou não ser normal quem pensa muito em sexo,é uma grande questão.
    Somos um pais de mentes repremidas em que o sexo ainda é tabu mesmo que pensem nele dizem o mesmo que durante uma queca humm humm humm, e ninguem sabe se gostam ou se estão a sofrer. Ainda ontem eu estava a pensar se valia a pena viver, trabalho que nem um doido, férias nem as vou cheirar, sexo é quando há festa na aldeia.
    Pois é não sei se vale a pena andar por cá.
    Há dia li não sei onde que uns deputados Holandeses vão pedir a liberalização do sexo nos jardins publicos. Pois é Dora nós lá seiamos pessoas normais.
    beijo

  3. Vem uma mulher (de sexualidade reprimida, muda no sexo – com excepção de quando é para dizer estás a magoar-me ou ainda não te vieste? – e dá de caras com uma promessa de liberalização do sexo em jardins públicos…tststts
    E logo agora que eu me vejo obrigada a mudar para a Holanda por causa da lei do tabaco… é um sofrimento que terei que oferecer a deus.

    Dora, my dear, dream away que eu as vezes dou por mim com vontade de apalpar estranhos no metro.

  4. Zanine: Mas os intelectualóidas da tv são pessoas normais, o problema é esse!

    João Paulo: Eu já estive na Holanda e aquela gente pode ser muito liberal mas falta-lhe o fogo latino…pelo menos nos homens. É tudo loiro, tudo branco, sem o minimo de cariz sexual (na minha opinião, claro está).
    Essa dos jardins, era giro de ver, mas comigo é que não contavam; não é a minha onda.

  5. Nenhuma mulher é uma ilha: Apalpar gente não é comigo…só algumas mamas que vejo a espreitarem. Olha que há muito gajo que prefere uma muda no sexo, mas magra, do que…tu sabes o quê 🙂

  6. Será que tu não és normal???? OH mulher!! Então eu também não sou normal!!! Porque também eu vejo um contexto sexual em tudo o que me rodeia!! Não será isso ser-se sexualmente saudável???

  7. Eu sou suspeito porque sou homem, mas tambem sou assim. 🙂 essas passagem de dar uma longa metragem está muito bem sim senhor, tambem gosto muito dessas longas metragens.

  8. Gata Hari: Não sei se sou normal porque gosto bastante e acho que até mais que a maioria das outras mulheres. Tenho é gostos refinados. Ehehehe!

    Apenas um gajo: Mas olha que também existem gajos assexuados e enconados…

  9. Sessão experimental: Eu só não penso em sexo quando estou a dormir porque aí sei que não penso…de resto…ui. lol

    Taberneiro: Mai nada! O que é bom é para se fazer!

    Eremita: Tens de estar mais atento às mulheres 🙂

  10. lol, instinto de sobrevivência!
    o nosso instinto de sobrevivência mais remoto baseava-se em duas coisas comer e foder, actualmente não mudou muito apenas ficamos pudicos e reprimimos os nossos desejos!
    eu também dou por mim muitas vezes a olhar para as mamas da gaja que esta a minha frente e a pensar em cair lá de queixos e começar a mamar, mas como sou uma pessoa pudica mordo a língua faço uma cara de aflição e olho para o lado para não fazer asneiras!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *