Tive uma amiga que dizia que não gostava de sexo oral. Quando estávamos todas juntas e tínhamos as belas conversas femininas, ela era a primeira a dizer que não gostava de o fazer.

Uma vez perguntei porquê e ela disse-me “que não era preciso”. Aquilo fazia-nos muita confusão mas ela irredutível. Resta saber se era mentira (o que eu duvido)…O que é certo é que uns tempos mais tarde já falava nisso com naturalidade e como se já “fizesse parte”.

Obviamente que não se fala sobre a vida sexual a qualquer pessoa, mas entre o nosso grupo de amigas não há segredos e eu pessoalmente, nunca tinha ouvido falar numa mulher que não os fizesse. Aquilo fazia-me mesmo muita confusão e uma vez cheguei a dizer-lhe: “Se eu fosse gajo e não me fizesses, não te comia.” Será que vou aí que lhe deu o click e desatou numa correria desatada a pôr os broches em dia? Ehehehe!

17 thoughts on “A amiga “pseudo-púdica” – todos temos uma

  1. Descobre lá qual foi o click que lhe deu e depois fazes um post sobre isso. É que eu tenho uma amiga que sofre do mesmo mal e preciso de saber se ainda há esperanças para ela.

  2. S. Esta gaja não gosta. Eehehe!

    Nox Lilin: Já não falo com ela e a imagem dela a fazê-o não me causa particular agrado.

    Petra Pink: Qual a diferença entre alfinstes de peito e broches?

    Paula: Faz parte também fazer com gosto!

    Diogo F: Então não comentes 🙂

    dinona: Se era salgado era porque o gajo era porco.

  3. lool isto é um bocado idiota, gostos não se discutem… não é obrigatóriamente necessário que se façam blow jobs para que se satisfaça alguém, aliás existem pessoas que nem gostam ou e sentem à vontade…

  4. Andreia: Quando chegares a minha idade entendes o porqu~e deste post. Eheheheeh!

    Claudjinha: Quem disse que não aceitava? Ela é que perde 🙂

    Anónimo: Como já disse várias vezes, eu não dou tempo de antena a "anónimos" e futuros comentários serão apagados. Sim, sou eu. Apanhaste-me. Sou uma púdica e não gosto de broches.

  5. Se é estranho ou não não sei mas…acho que quando duas pessoas se amam tudo é permitido. Provavelmente poderia fazer-me alguma confusão se o fizesse sem sentimento, agora, quando se gosta, ah senhores…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *